0

Sorria, sempre!

Otimismo significa acreditar que uma coisa vai dar certo. Talvez, até torcer para que dê certo. A pessoa entusiasmada é aquela que ACREDITA NA SUA CAPACIDADE DE TRANSFORMAR AS COISAS, DE FAZER DAR CERTO. Entusiasmada é a pessoa que acredita em si. Acredita nos outros. Acredita na força que as pessoas têm de transformar o mundo e a própria realidade. Mas não apenas acredita, ela faz dar certo. E só há uma maneira para ser entusiasmado. É AGIR ENTUSIASTICAMENTE! Se formos esperar ter as condições ideais primeiro, para depois nos entusiasmarmos, jamais nos entusiasmaremos com coisa alguma, pois sempre teremos razões para não nos entusiasmarmos. Não é o sucesso que traz o entusiasmo, É O ENTUSIASMO QUE TRAZ O SUCESSO. Quem vive otimista, vive sobre inspiração de alguma situação que está favorável, coisas momentaneas mas aqueles que vivem Entusiasmados (significa estar cheio ou transbordando) vivem com a inspiração Divina, vivem cheios de Deus! Você anda apenas torcendo ou está fazendo a diferença? Jesus com certeza era entusiasmado, pois nas diversas situações desfavoráveis, ELE conseguia transformar o ambiente, as pessoas e despertava por ali os potenciais escondidos…ELE fazia dar certo
O ENTUSIASMO É QUE TRAZ A NOVA VISÃO DA VIDA! Entusiasme-se pois Deus é fiel! FAÇA DAR CERTO!

via: Ygor Sanches

Advertisements
0

Guido Schaffer, o jovem médico surfista!

315338_572235352810048_1047401837_n

Bom dia gente! Glória ao Pai, ao Filho e ao Espirito Santo, amém!

Hoje venho falar um pouquinho de um jovem, Guido, que entrará em processo de santificação ano que vem! Ele morava no Rio de Janeiro, em Copacabana! Fiquei encantada com a história dele e vim aqui compartilhar para vocês o conhecerem também! Retirei esses dados no site dedicado a ele, http://guidoschaffer.com.br vale a pena entrar lá e conhecer mais!

 Ao oferecer sua medicina aos pobres assistidos pelas Irmãs Missionárias da Caridade “O irmão de Assis”, Guido decidiu largar tudo para seguir o forte chamado ao Sacerdócio. Fundou muitos grupos de oração, e era um pregador incansável da Palavra de Deus. Por onde passava, contagiava as pessoas com o seu grande amor a Jesus, á Virgem Maria e a nossa Santa Igreja. Não perdia um minuto sequer, arrastando os jovens para Deus através de seu testemunho de vida e sua busca profunda e radical pela santidade. Estava no ultimo ano do Seminário quando foi chamado por Deus para ainda mais perto Dele.

Criado na Zona Sul carioca, Guido era um jovem ligado ao surfe — o livro o descreve como ousado e destemido no esporte. Na infância, relatam seus pais, teve visões de Jesus Cristo. Passou a convencer seus amigos, desde bem cedo, a ir à igreja. Permaneceu ligado à religião a ponto de, já formado médico, resolver fazer seminário. No decorrer da vida profissional, realizou diversos trabalhos com moradores de rua.

“Acredito que o Guido seja o testemunho vivo de tudo aquilo que o Papa Francisco está pregando sobre a necessidade do envolvimento dos jovens no cristianismo”, diz o escritor, que está no Rio para a produção de um documentário sobre Guido, com o mesmo nome do livro. “Ele já era um exemplo de médico e tornou-se, depois, um modelo de desprendimento, de entrega. A história dele é a de um rapaz que quis se parecer um pouco mais com Jesus Cristo. E é um cara com uma aura de santidade vindo de um bairro cosmopolita, repleto de tentações”.

Autor do prefácio do livro, o Padre Jorjão, da Igreja Matriz Nossa Senhora da Paz (Ipanema), conheceu Guido ainda adolescente e foi uma das mais próximas fontes de Manuel em ‘O Anjo Surfista’. Ele prepara outro livro sobre o jovem, com o escritor Alexandre Pinheiro. E afirma que fala-se de sua beatificação desde maio de 2009.

“A Igreja é muito prudente em relação a isso. Apenas no ano que vem é que os testemunhos vão poder ser analisados. O impressionante é ver como pessoas que nunca o conheceram montam grupos para orar por ele e pedir sua intercessão. E isso até em países como a Suíça”, relata Jorjão. “O Papa João Paulo II costumava dizer que precisamos de santos vestidos de calças jeans. E o Guido é um exemplo disso, de um rapaz que vivia sua juventude”.

“Meu filho era uma pessoa de enorme bondade. Mas ainda assim me espanto em ver tudo isso que está acontecendo”, diz a mãe de Guido, Nazareth Schäffer, afirmando que ainda há outros dois livros para sair: ‘Guido Schäffer — Apóstolo da Palavra e da Paz’, escrito pelo monge beneditino Dom Justino de Almeida Bueno, e um assinado pelo padre francês Daniel Ange, falando de jovens que mudam a vida ao se entregarem para Deus. “Ver um filho partir é duro, mas é lindo ver que ele fazia tanto bem a todos”.

Graças e testemunhos

‘O Anjo Surfista’ — que será lançado dia 1º de julho, na Livraria Argumento do Leblon, às 19h — encerra com relatos de graças que, afirmam os entrevistados, tiveram a intercessão de Guido Schäffer. As primeiras delas teriam acontecido logo após a morte do médico, com uma criança desenganada por “um grande neurologista do Rio de Janeiro”, que chegou às mãos de Padre Jorjão. E a dona de casa Miriam Ferreira, 56, moradora de Madureira, também relata que seu filho Leandro Ferreira , 28, recebeu duas graças.

“Ele foi diagnosticado com água na pleura, sentia dor, tinha febre. Peguei o retrato do Guido e pedi a ele que intercedesse para que conseguíssemos um hospital para o tratamento. E conseguimos”, afirma. “Depois, o médico viu que ele não precisava operar e não tinha nada. Foi uma bênção”.

O surfista que contemplava Deus no mar

O mar lhe causava um verdadeiro fascínio, mas não por pura aventura. Através dele, se sentia mais perto de Deus, pois considerava poder tocar no mistério e na infinitude do céu.

“O Guido meditava muito sobre esse Deus infinito. E o mar é todo este mistério infinito de Deus. Um local contemplativo e de silêncio. Ali, era o seu local de encontro com Deus”, destaca Dom Roberto ao relatar que Guido já havia manifestado o desejo de morrer no mar pois, para quem é surfista, o mar é uma necessidade, algo que está no “DNA”.

O delegado episcopal comenta também que nas praias do Rio, em meio a outros surfistas, Guido buscava sempre evangelizar e até fundou o grupo “Surfistas de Maria”, no qual conduzia momentos de oração do Santo Terço.

O médico do corpo e da alma

Santa Casa da Misericórdia. O nome da instituição secular expressa bem a experiência e as atitudes de Guido com os doentes e mais necessitados. No local, fez residência em clínica médica e, mesmo na época do seminário, conciliava os estudos com o trabalho voluntário no hospital.

“Ele teve uma grande participação na Santa Casa como médico e também como evangelizador. Ele movimentou muito aqui e sempre estava presente, ouvindo a todos”, ressaltou um dos professores de residência de Guido, Dr. Milton Arantes. Ele é responsável até hoje das enfermarias 4 e 20, onde o jovem médico atuou. O professor conta que Guido sabia conciliar muito bem o trabalho de médico com a evangelização e não zelava apenas pela saúde do corpo, mas sobretudo da alma.

O local de atuação de Guido foi especialmente a enfermaria 4. Entretanto, por onde passava, seja nas aulas no anfiteatro ou pelos leitos e ambulatórios, sempre deixava marcas, muitas vezes, mais evidentes do que as marcas do tempo do velho prédio do hospital.

O professor fala com emoção sobre a pessoa de Guido e como se deu a última conversa dos dois, um dia antes da sua morte: “No dia 30 de abril de 2009, ele estava em meu gabinete. Conversamos longamente sobre as minhas dúvidas de fé. Ele sempre mostrou com muita segurança a existência de Deus. Quando eu soube da morte, foi um choque muito grande”. Dr. Milton descreve que, após saber da notícia, foi a uma igreja rezar por ele. “Este foi meu primeiro retorno à Igreja, pela fé que o Guido me transmitiu”, recorda.

Festa de Todos os Santos e o testemunho de Guido

Neste dia 1º de novembro, a Igreja, em todo mundo, não celebra a santidade de apenas um cristão que já se encontra na eternidade, mas sim, de todos. Isto, para mostrar concretamente, a vocação universal de todos para a felicidade eterna.

Como aponta o Catecismo da Igreja Católica (CIC 2013), todos são chamados à santidade: “Todos os fiéis cristãos, de qualquer estado ou ordem, são chamados à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade”.

No Brasil, por motivos pastorais, a festa é transferida sempre para o domingo posterior. Neste ano, será celebrada no próximo domingo, 3.

A vida de Guido Schaffer foi uma demonstração clara desta vocação e de que é possível buscar a santidade mesmo nos dias de hoje. Ele era um jovem normal, que namorou, praticou esportes, contudo viveu plenamente o ser cristão, seja na intimidade com Deus, através da oração e contato com a Sagrada Escritura e documentos da Igreja, ou no diálogo com outro, mesmo os mais pobres, como o fez inclusive atuando juntamente às irmãs Missionárias da Caridade, de Madre Tereza de Calcutá.

“Ele era um garoto livre, espontâneo, muito pé no chão. Era muito autêntico e autêntico no sentido de quem se configurou a Cristo”, assim definiu o delegado episcopal ao comentar que tinha muitos e longos diálogos com Guido e ficava impressionado com sua profundidade e conhecimento da Bíblia.

Espero que tenham gostado assim como eu! Tudo com Deus Nada sem Maria!

0

Nome novo da penitência

E o que é pecado? PECAR É ERRAR O CAMINHO DO AMOR!

A palavra pecado perdeu o sentido. O que era pecado capital, atualmente é anunciado pela cultura das mídias como sendo virtude. E não vemos ps pais ensinando aos filhos as virtudes nem a lista contraria a elas, as que nos faz errar o caminho do amor. Não falam de deveres, somente de direitos. Vejo MUITO isso principalmente nas escolas em que trabalho. Nas pessoas dependentes químicos por exemplo, eles  vivem uma experiencia extrema com essa realidade. Na verdade, o que ocorre é que eles perderam todo tipo de valor. Popularmente se diz: perderam toda vergonha, todo brio, responsabilidade, limite, etc. Não conseguem amar, não tem fé no sentido de fidelidade, só falam mentira. Vivem uma situação extrema de ausência total de tudo que nos torna um ser humano. Esse caos, os impedem de lutar por qualquer coisa, a não ser a droga. Em certa medida, isso é o que prega a cultura atual. Nas escolas, nos programas de TV, etc. NÃO SE COLOCA LIMITES PARA NADA. “Tudo está certo!”. E as famílias e pessoas cada vez mais permissivas, condescendentes, não reagem. 

Sem limites não existe caminho. Sem sinalização não é possível transitar nas estradas. Precisamos saber claramente os lados de idas e de voltas. Direita e esquerda. Dizer que é normal uma coisa, significa dizer que essa ação é algo que vale como norma ou modelo a ser copiado e traz ”felicidade” para todas as pessoas que fizerem o mesmo (gravidez na adolescência é um grande exemplo). Quando falamos de limites, renuncia, ascese, corremos o risco de cair no MORALISMO. Ou tentar um extremo, que muitos movimentos tentaram e fracassaram. O caminho é o amor que cuida da totalidade e harmonia. E nessa atitude, surgirão respostas habilidades e escolhas. Esse é o nome novo da penitência. Eu não posso ter tudo, viver tudo, fazer tudo, e isso é o que chamamos de limites e valores. E isso precisa crescer.

Espero de coração que gostem. TUDO COM JESUS, NADA SEM MARIA ❤

0

NUNCA MAIS!

“Jesus Cristo é um caminho sem volta, não pelo fato de ser como alguns caminhos em que as pessoas não conseguem, ou tem muita dificuldade de sair, mas sim porque depois de estar nesse caminho chamado Jesus você nunca mais querer sair dele.”
Victor Augusto 

0

Dias de Sonho…

Valeu a pena esperar. 

” ó cidade aflita, outrora açoitada por tempestades e não consolada, Eu a edificarei com turquesas, edificarei seus alicerces com safira. Farei de rubis os seus escudos, de almandinas as suas portas e de pedras preciosas todos os seus muros. Todos os seus filhos serão ensinados pelo Senhor e grande será a sua Paz. 

Em retidão será estabelecida: a tirania estará distante; você não terá nada a temer. O pavor será removido para longe; ele não se aproximará de você. E se de algum lugar vos atacarem eu mesmo vos defenderei. 

E nenhuma arma forjada contra você prevalecerá. Esta é a herança dos servos do senhor, e esta é a defesa que faço do nome deles.” 

0

Jesus acredita em você!

Jesus acredita em você! Ele diz: “ – Conheço teu medo, a tua felicidade e os teus sonhos. Conheço tua estrada e sei exatamente o teu destino. Conheço-te por dentro. E sem que tu tenhas que me pedir, eu entendo o que tu queres. Conheço o teu sorriso, e sei tudo que está dentro do teu coração. Conheço e te reconheço em qualquer lugar. Sei do teu amor, da tua saudade, dos sonhos que movimentam a tua vida e da esperança que te faz lutar. Amo-te pelo que tu és, e para mim, és um ser valioso. Amo-te, mesmo quando perdes a confiança em Mim. Amo-te, mesmo sem saberes. Acompanho- te desde sempre! Estou ao teu lado mesmo quando pensas que Te abandonei. Vibro em cada minuto da tua felicidade. Choro com cada lágrima tua. Sofro com toda a tua dor, e Te estendo as mãos a todo momento, embora muitas vezes teimes em não me pedires ajuda, mesmo assim, continuo a te proteger!” Então não tenha medo das circunstâncias, das situações do momento. Se tudo diz: ‘Não’, lembre-se de que Jesus Cristo acredita em você!

Aside
0

Nada pode nos separar do amor de Deus. Só o Senhor pode se utilizar do nada para fazer o tudo. Quero falar para vocês sobre as principais táticas do ataque de satanás para nos enganar. A primeira tática é de nos fazer esquecer que já fomos salvos por Jesus Cristo. Sim, por Ele já fomos salvos, e esta salvação já foi conquistada na cruz. Um ponto importante é viver o presente. O demônio quer nos iludir, ele quer que vivamos o hoje, pensando no passado ou no futuro. Retirando todas as nossas energias, para que não vivermos bem o tempo presente. Ele quer usurpar o nosso presente. Se o passado é lembrado com dor, ele deixa de ser passado e se torna presente. Quanta gente passa boa parte do seu tempo presente, pensando no passado? Quando olhamos para o passado nos paralisamos. Portanto, é impossível caminharmos andando para trás. Só podemos reparar o passado, vivendo bem o presente. Temos em nossas mãos este presente maravilhoso presente de Deus, que se chama o hoje! O que passou, passou; você precisa trazer à tona para ser curado e não para ficar remoendo. E se o demônio não consegue prender você no passado, ele tenta fazer com que você viva no futuro, na irrealidade, se esquecendo do tempo presente. Se preocupando com problemas que ainda não existem, você não vai a lugar nenhum. Revivendo o passado ou se projetando no futuro, você não conseguirá viver o presente com serenidade. E Deus quer que vivamos nesta serenidade, por isso que esta escrito no Evangelho de São Mateus 6,34: “A cada dia basta o seu cuidado” Não perca a paz com o que você viveu no passado. Outra tática do demônio é o desânimo. Ele quer que vivamos desanimados, porque estando desanimados, murmuramos, reclamamos e a reclamação é a oração do diabo. Você quer viver mais? Pare de reclamar, pare de murmurar. Você quer viver mais? Comece a louvar! Com problema ou sem problema eu sou de Jesus, afirme isso para a sua vida. O diabo quer nos esvaziar de Deus. E está é a tática que ele mais gosta. Quando o demônio não consegue levar você ao pecado, ele implanta o desânimo dentro de você. É nas pequenas coisas que nos deixamos influenciar, é por meio destas pequenas coisas que, delicadamente, vamos nos prendendo a este mundo. O ressentimento é a semente do inferno dentro de nós.

IRMÃ MARIA EUNICE