A idolatria é um pecado gravíssimo, que consiste na substituição de Deus por uma criatura. Ofende a majestade divina, que colocou um mandamento claríssimo no decálogo contra essa prática (Êxodo, XX, 1-5). Por isso a Igreja Católica proíbe a idolatria, e a prova disso são os milhares de mártires do início da Igreja que se recusaram a adorar os falsos deuses pagãos, sendo então levados à arena para a morte. O culto aos santos é algo bem diverso, pois não se recorre ao santo como a um deus, mas como a um amigo de Deus, que pode interceder a nosso favor pois se encontra na presença e na amizade eterna de Deus.

As imagens servem apenas para lembrar dos santos, e não se pode atribuir a elas nenhum poder próprio, como o fazem os pagãos. Já mostramos em várias respostas como as imagens são desejadas por Deus, como ornamento e para veneração, mas nunca para adoração. Que se podem usar imagens, a Bíblia é pródiga em exemplos.

Ora, se Deus manda fazer imagens em várias passagens das Sagradas Escrituras (Ex 25, 17-22; 1Rs 6, 23-28; 1 Rs 6, 29s; Nm 21, 4-9; 1Rs 7, 23-26; 1 Rs 7, 28s; etc) e proíbe que se façam imagens em outra, de duas uma, ou Deus é contraditório ou fazer imagens não é idolatria!

Daí a doutrina católica obedece tanto ao mandamento de Deus, quanto ao desejo divino de usar os homens como intermediários.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s